Beats N' Lights

Dicas dos Clientes | Mau Maioli indica VSTs para produtores iniciantes

E aí! Ao aceitar o convite para fazer essa matéria, eu comecei a pensar se era possível realmente fazê-la. Eis que eu notei que se eu tivesse acesso a alguns VSTs quando comecei a produzir, quem sabe teria me ajudado a entender melhor como funciona a síntese sonora. O principal ponto que eu vou buscar abordar nessa dica, é em relação ao entendimento de como funciona um sintetizador. Confesso que nos primeiros dois anos que produzi, não ligava muito para as configurações de cada um, e isso é a parte mais importante no processo de criação e busca de um bom timbre – percebo que muitos que estão iniciando também não buscam muito esse conhecimento, pois querem ver sua música pronta o quanto antes, não é mesmo? Então aí vai alguns VSTs que podem te ajudar na hora de entender como funciona um sintetizador:

SERUM | Ele é um dos VSTs mais didáticos, pela sua simplicidade. Possui dois osciladores principais, um filtro, um filtro de sub e noise, e abaixo 3 envelopes e 4 LFOs. Ele também é bastante visual, mostra as ondas e como está tocando aquele timbre que você tá preparando. Para quem está iniciando ou quer entender melhor e de uma maneira mais simples, ele é um ótimo instrumento – os timbres que saem dele, também são ótimos!

Operator | Para os Ableton users, esse é um dos vsts nativos mais incríveis (na minha opinião) que existe no programa. Ele possui 4 osciladores, onde você seleciona a onda que quer para cada um, um LFO e um filtro. Ele é outro VST bem visual e de fácil entendimento, você consegue modular cada onda dos osciladores, fazendo com que tu consiga possibilidades infinitas e únicas de timbragem.

Se você começar com esses dois VSTs, aprimorar seus conhecimentos neles, você consegue criar a sua personalidade musical de uma forma mais objetiva e com isso também possibilita criar um workflow, abrindo tanto Serum quanto Operator, modulando da maneira que acha mais interessante e conseguindo chegar numa ideia musical que tanto deseja. Poderia citar o Wavetable e Massive, que são dois VSTs que tem essa mesma ideia de visual, mas acredito que para quem está iniciando (e até para quem produz há muito tempo), se utilizar menos instrumentos, mas sabendo usá-los da maneira correta, acaba sendo mais vantajoso do que possuir vários com pouco conhecimento de cada um.

Conteúdo é tudo.

No Comments
Post a Comment